11/01/2017 15:11

Abandonado, Maracanã é alvo de roubos

Assaltantes se aproveitam de falta de luz para invadir e levar objetos do estádio. Ferj pede ação

Por: Diário SP

Foto: Divulgação

O que já estava ruim conseguiu ficar pior ainda. Na terça-feira (10), a Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro) divulgou uma nota oficial revelando que o Estádio do Maracanã foi alvo de roubo.

“A Federação de Futebol do Rio de Janeiro recebeu nesta manhã de terça-feira denúncias de furtos no Maracanã – extintores, mangueiras, televisores, bustos. A preocupação com o presente e o futuro do estádio só aumenta”, relatou. 

Reformado para ser uma das principais sedes e o palco da final da Copa do Mundo de 2014 e mesmo tendo sido utilizado para as partidas de futebol nos Jogos Olímpicos do Rio-2016, o estádio vive dias de completo abandono. O processo de modernização da instalação, que demorou três anos com a reabertura do estádio apenas em 2013, consumiu R$ 1,3 bilhão do governo do Rio. Apesar disso, atualmente, o Maracanã não tem nem sequer fornecimento de energia elétrica. 

Problemas

Por causa disso, as maçanetas das portas — um sistema moderno, que só permite a abertura por biometria – não estão funcionando. A falha favoreceu a ação dos ladrões, que têm invadido o local para retirar os objetos. 

“Se não houver intervenção imediata do governo para impedir os saques e a destruição do Maracanã, talvez de nada adiante a nossa reunião do dia 17”, explicou o presidente da Ferj, Rubens Lopes. Ele se refere a um encontro programado com os clubes cariocas para discutir formas de viabilizar a utilização e a manutenção da instalação. A Concessionária Maracanã, administradora do estádio, culpa o Comitê Organizador Rio-2016 pela situação atual no local.


Compartilhe: