09/01/2017 17:07

Doria dá exemplo de energia

Por: Diário SP

O primeiro final de semana do prefeito João Doria foi de muita atividade. Em apenas dois dias ele foi gari - novamente - para reforçar o projeto Cidade Linda, transformou-se em pedreiro no Itaim Paulista para fazer reparos em calçadas e ainda encontrou tempo para pedalar com os ciclistas na Av. Paulista. Diferentemente de seu antecessor, notadamente mais tranquilão e menos afeito ao trabalho, Doria é de uma energia sem igual. E o caminho inicial escolhido pelo prefeito está correto. Ele precisa ser o exemplo para a população. Tudo o que faz tem por trás um simbolismo. Portanto, tomara que a energia de Doria siga firme e que a população entenda que precisa participar desse processo se realmente quer uma cidade melhor, mais limpa, mais bonita e mais humana.

A VOZ E A VEZ DO LEITOR

Diferentes, mas nem tanto

É triste  constatarmos e dizermos  isso, mas a grande verdade é que o crime organizado está de tal maneira enraizado no Brasil e ganhou tamanha repercussão no país que infelizmente não tem mais volta. Façam o que fizerem, a Justiça e as autoridades constituídas estarão sempre em desvantagens e reféns dessas poderosas organizações voltadas para o crime. O que nos remete a outros grupos igualmente organizados e perigosos  que todo ano batalham nas urnas em busca de algum tipo de poder. Claro que é absolutamente desnecessário nominá-los! 

_Luís Fernando, Laguna (SC)

Mais uma ‘obra’ do PT

Precisamos dar nome aos culpados pelas tragédias em nossas penitenciárias. São 27 facções que brigam pelo comando do crime no país. Denúncias mostraram que em 2002 o ex-presidente Lula recebeu US$ 5 milhões das FARC!  Rola na internet um filme  em que personalidades  petistas enaltecem as FARC, que mantinha elo com o narcotráfico brasileiro. Alguém em sã consciência acha que o PT, em  13 anos no poder, não foi conivente com a criação dessas 27 facções? Se não foi conivente, foi propositalmente omisso. Portanto devemos mais essa ao lullodillmismo... 

_Beatriz Campos, São Paulo (SP)

As cartas devem ser dirigidas à seção 'A voz e a vez do leitor' - Avenida Marquês de São Vicente. 1011, Barra Funda, São Paulo (SP). CEP 01139-003, ou por correio eletrônico para o e-mail: diariodoleitor@diariosp.com.br, informando nome, número do RG e um número de telefone para contato. O DIÁRIO recomenda cartas de até 380 toques e se reserva o direito de publicar apenas trechos.


Compartilhe: