26/03/2015 19:00

Ciclovias incentivaram 84% a utilizar bicicleta

Pesquisa aponta que a nota geral da estrutura cicloviária na cidade de São Paulo foi de 7,2

Por: Diário SP Online
portalweb@diariosp.com.br

Andar de bicicleta na capital paulista está mais seguro e as novas ciclovias em implantação estimulam mais pessoas a utilizar o veículo como meio de transporte. É o que aponta pesquisa inédita de perfil do usuário de bicicleta em São Paulo realizada pelo Observatório de Turismo e Eventos, núcleo de estudos e pesquisas da São Paulo Turismo (SPTuris, empresa municipal de turismo e eventos), com apoio da Ciclocidade - Associação dos Ciclistas Urbanos de São Paulo.

Segundo o levantamento, feito com 513 pessoas entre dezembro de 2014 e janeiro de de 2015, a maioria dos usuários é formada por homens - quase 80% -, na faixa etária dos 30 a 39 anos (31,58%). A criação de nova estrutura cicloviária ainda incentivou 84% dos usuários a usar a bicicleta como meio de transporte, sendo que mais de um terço dos usuários entrevistados já utiliza este meio de transporte para ir de casa ao trabalho.

Além disso, os ciclistas deram nota 7,2 para as ciclofaixas e ciclovias (na escala até 10) e 46% já utilizou a bicicleta para turismo. De acordo com o secretário especial para Assuntos de Turismo e presidente da SPTuris, Wilson Poit, esses números revelam o potencial da bicicleta para os visitantes conhecerem a cidade. "Explorar São Paulo sobre duas rodas pode ser surpreendente, porque se tem uma visão única e diferente da cidade, seja para um turista de fora ou morador. Você pode pedalar em grupo, ter convivência e contato mais próximo com outras pessoas ou ainda encontrar um local totalmente inusitado e inesperado", destaca.

Questionados se os usuários recomendariam as ciclovias para crianças ou idosos, os que responderam "sim" foram enfáticos: para 76,5% deles as ciclovias são seguras. Outro dado que vai ao encontro com o plano de expansão da malha cicloviária na cidade é que mais de 38% das sugestões são para que mais ciclovias sejam implantadas.


Compartilhe: