20/03/2014 20:56

Servidor terá aumento de até 35% no salário

Funcionários da Secretaria Estadual de Saúde terão reajuste no Prêmio de Incentivo. Cai em maio


/


Por: Diário de S.Paulo

Os servidores da Secretaria de Saúde de São Paulo vão ganhar, a partir de maio, aumento de até 35% no salário. O reajuste vai beneficiar cerca de 30 mil funcionários da pasta.

O aumento será no valor recebido no Prêmio de Incentivo — adicional que todos os servidores recebem mensalmente e chega a corresponder a 30% do salário.

Um exemplo: se o servidor ganha R$ 3 mil, R$ 900 são de Prêmio de Incentivo. O aumento, portanto, será nesse valor. No caso, o servidor, levando em consideração um reajuste de 70%, terá um aumento de R$ 630. O prêmio é pago todo dia 25 de cada mês.

Segundo a secretaria estadual, a  medida é fruto de estudo promovido por uma comissão técnica  ao longo do segundo semestre de 2013, para adequar os recebimentos de acordo com os praticados pelo mercado de trabalho.

Entre os exemplos de reajuste estão os agentes técnicos de assistência à saúde (psicólogos, assistentes sociais, biologistas, farmacêuticos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos e técnicos de reabilitação física), que receberão aumento de 119% do Prêmio de Incentivo.

Outros aumentos expressivos são para os técnicos de enfermagem, com reajuste de 104%, auxiliares de enfermagem (86%), enfermeiros (75%) e  atendentes (69%).

“Os servidores da saúde prestam um inestimável serviço no atendimento aos usuários da rede pública. A valorização profissional da categoria é um compromisso firmado pelo governador Geraldo Alckmin, garantindo uma remuneração justa e compatível com o mercado”, afirmou David Uip, secretário estadual de Saúde de São Paulo.

Também está em análise pela secretaria proposta de alteração da lei que regulamenta o prêmio incentivo, a fim de promover o pagamento nas férias e no 13 salário, bem como a incorporação da bonificação também na aposentadoria dos servidores. Em 2011, o governo aplicou reajustes entre 9% e 40% na remuneração dos servidores da saúde. Naquele ano também foi aprovado o plano de cargos e salários, antiga reivindicação da categoria, segundo o governo.

Compartilhe: