16/04/2013 23:16

Bombas estavam em panelas de pressão

Artefatos tinham pregos e pedaços de metal. Obama muda o discurso e fala em evidente ato de terror

Por: diário sp

As duas bombas detonadas, na segunda-feira, próximo à chegada da Maratona de Boston estariam dentro de panelas de pressão. Três pessoas morreram e pelo menos outras 176 ficaram feridas – mais de uma dezena continua em estado grave e teve membros amputados.

Os artefatos teriam sido feitos tendo as panelas  como invólucros, pólvora para a explosão e esferas metálicas para ampliar os danos, segundo funcionários de antiterrorismo que tiveram acesso às primeiras informações colhidas pelo FBI.

A rede de televisão CBS noticiou que  uma das panelas estaria em uma sacola de nylon ou em uma mochila preta. Os investigadores encontraram pedaços de circuitos eletrônicos que indicariam o uso de timer para detonar a bomba. Já a NBC disse que as bombas provavelmente foram acionadas via telefone celular.

Uma fonte policial informou que o aparato foi feito de maneira a parecer material descartado. Uma das possibilidades é de que tenha sido deixado em uma lata de lixo. As bombas foram descritas como de baixa potência, “rudimentares, mas poderosas”. Elas continham estilhaços e pregos, o que seria  coerente com os ferimentos observados, segundo médicos que atenderam as vítimas.

Mudança/  Horas depois de o presidente Barack Obama admitir, pela primeira vez, que o caso está sendo investigado como um “ato de terrorismo”, a secretária de Segurança Interna, Janet Napolitano, disse que “não há indícios” de que o atentado  seja parte de um “complô maior”.  Obama disse que ainda não se sabe se o crime foi cometido por um grupo internacional ou nacional. O presidente classificou o  atentado como um ato “infame e covarde”.

O FBI, que está conduzindo a investigação, informou  que recebeu “um volume elevado de pistas”. Entre os interrogados  está um jovem saudita, que se feriu nas explosões, mas, até esta terça-feira à noite, ainda não era considerado suspeito. Agentes também realizaram uma busca em um imóvel da cidade de Revere. Objetos foram apreendidos.
 
As autoridades oferecem US$ 50 mil por pistas que levem à captura dos culpados.

 


Compartilhe: