09/06/2012 07:46

Padre Marcelo abençoa capela e ataque corintiano


Atacantes foram abençoados durante a visita do Padre Marcelo / Agência Corinthians


Lucas Bettine
lucas.bettine@diariosp.com.br

Treino específico, bronca, conversa, troca de peças... O técnico Tite já tentou de tudo para fazer os atacantes do Corinthians acertarem o gol, mas está difícil. Tão difícil que o Timão contou até com uma ajuda divina na tarde de ontem. A convite do presidente Mario Gobbi e de Tite, o Padre Marcelo Rossi, corintiano, inaugurou a capela do CT e abençoou os jogadores.

É claro que a bênção pode ajudar mais psicologicamente do que tecnicamente. Afinal, se abençoar jogador fosse suficiente, o Vaticano teria a melhor seleção da história.

“As pessoas do bem fazem bem. Antes do jogo contra o Vasco, o Tite pediu para inaugurarmos a capela do CT. Ele costuma ir às missas de quinta do Padre Marcelo e falamos sobre convidá-lo”, disse Gobbi.

A torcida dos corintianos é para que a visita dê mais confiança aos atacantes. É difícil de entender como um time com Emerson, Liedson, Jorge Henrique e outras opções de qualidade tenha como artilheiros o volante Paulinho e o meia Danilo, ambos com seis gols.

O último gol marcado por um atacante foi no Paulistão, quando Willian balançou a rede da Ponte Preta, em 22 de abril, na derrota por 3 a 2. De lá para cá, foram cinco tentos em seis jogos, mas nada de um homem de frente festejar com a Fiel.

“Às vezes, você cria seis, sete oportunidades e não é efetivo. Não existe outra forma (de melhorar), a não ser com trabalho”, analisou Tite.

Liedson em baixa/ O treinador corintiano manteve o que havia dito e montou o time para encarar o Grêmio, amanhã, só com reservas. No ataque, o trio que ganhou a chance de jogar será formado por Willian, Gilsinho e Elton. Liedson? Só no banco de reservas.

O dono da camisa 9 marcou três vezes no ano — a última delas, em 18 de abril — e seu contrato acaba no fim de julho. O Timão não demonstrou o menor interesse em renovar o vínculo por mais de seis meses.

“Ele pediu para falar depois, para analisar o que tinha e o que poderia chegar de ofertas. Nas próximas semanas, deveremos ter novidades”, falou Gobbi.




Compartilhe: