15/02/2017 20:19

Entrosado, Borja treina e recebe elogios

Por: Marta Teixeira
marta.teixeira@diariosp.com.br

Na terça-feira (14), foi o primeiro dia de treino de Borja com bola junto dos companheiros de Palmeiras. Mas nem dava para perceber. Recém-contratado pelo clube, o colombiano já chegou se sentindo à vontade na nova casa.

Durante a atividade comandada pelo técnico Eduardo Baptista na Academia de Futebol, o novo atacante do Verdão exibiu disposição e qualidade. Tudo bem que não havia um adversário de verdade contra quem disputar a posse das bolas, mas, ainda assim, o colombiano não economizou determinação.

Tanto que arrancou elogios dos novos companheiros, impressionados não apenas com sua qualidade técnica, mas, também com seu desejo de se integrar rapidamente ao restante do elenco alviverde.

"Parece que ele já era do Palmeiras. Já chegou solto, alegre, feliz, brincando. O que a gente pôde ver dele, pessoalmente, é que ele tem bastante força, uma potência muito grande no chute e é bem inteligente também, principalmente pelo pouco que percebi no treinamento", afirmou o lateral-direito Jean.

O entrosamento relâmpago, porém, foi resultado direto da gana demonstrada pelo recém-chegado. Há apenas quatro dias no país - chegou ao Brasil no sábado -, Borja não perdeu nem um dia para tentar se aproximar do restante da equipe do Verdão.

Nem bem desfez as malas, foi visitar os novos parceiro de time no CT alviverde. No primeiro dia, o atacante não trabalhou com o time, claro, mas aproveitou a passagem pela Academia de Futebol para conhecer a estrutura do clube, seu novo comandante, o técnico Eduardo Baptista, e ainda que de longe, dar uma espiadinha no que o time ainda ajustava para o jogo do dia seguinte - contra o Ituano.

Atividade mesmo, Borja teve apenas na segunda-feira. Na reapresentação dos jogadores, ele participou do treino físico e depois assistiu ao jogo-treino contra o Nacional.

Mas, na terça, foi sua vez de mostrar o que pode oferecer ao grupo na parte tática.

Jogando ao lado de Alecsandro e Barrios, o colombiano assumiu a condição de referência do ataque e não decepcionou. Na sequência, Borja participou de uma atividade mais específica, em campo reduzido.

Fora da lista de inscritos no Campeonato Paulista, Borja só deve estrear oficialmente na Libertadores, em março.

paciência/ A performance do colombiano não foi o único assunto que Jean comentou. O lateral também falou sobre o trabalho de Baptista.

Depois da derrota do Verdão para o Ituano, no domingo, alguns torcedores reclamaram muito do treinador alviverde, chegando, até mesmo a pedir sua saída para a volta do campeão brasileiro, Cuca.

"É natural essa pressão vir de fora, mas temos de manter tranquilidade e saber que o trabalho está sendo muito bem feito. Aos poucos, vamos assimilando as ideias do professor Eduardo. A tendência é crescer", explicou, pedindo paciência à torcida. "Torcedor quer ganhar sempre, assim como a gente. Mas não vamos conseguir ganhar todos. Não é no primeiro ou segundo jogo que vamos mostrar que o time está 100%, até porque não vai estar", finalizou.


Compartilhe: