22/01/2013 18:41

Novo presidente, Paulo Nobre rejeita Riquelme


Nobre considera contratação de Riquelme risco alto demais para o clube / Arquivo/Reuters


Fernão Ketelhuth
fernaohkl@diariosp.com.br

A foto tirada ao lado de Riquelme em Buenos Aires, na última quinta-feira, vai virar um belo porta-retrato na casa de Arnaldo Tirone. Nada além disso.

O novo presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, rejeita a ideia de contratar o argentino, a despeito de a diretoria anterior ter chegado a um acerto verbal com Román, como o DIÁRIO informou na edição de sábado.

A promessa de vetar o jogador, de 34 anos, foi feita por Nobre a um importante aliado, durante um dos três jantares oferecidos por ele a conselheiros, na semana passada, em São Paulo. Habituado às nuances do mercado financeiro, o empresário considera a contratação de Riquelme um risco alto demais para um clube em situação econômica delicada.

No mesmo jantar, Nobre citou o histórico de problemas extracampo de Riquelme, famoso pelo temperamento arredio. Também demonstrou preocupação com a forma física do meia, que não atua profissionalmente desde a final da Taça Libertadores, em julho.

“O Paulo sabe que não faz sentido trazer um jogador que vai ganhar rios de dinheiro para jogar meia dúzia de partidas”, confidencia um amigo do presidente eleito. “O plano desta administração é se guiar pela racionalidade. Contratar o Riquelme nas circunstâncias atuais seria uma irracionalidade. É melhor esperar e dar uma tacada mais certeira”, emenda.

Grana curta/ Nobre já havia dado indícios de que não está disposto a assinar o acordo alinhavado por Tirone com o camisa 10. Logo após ser eleito, na noite de segunda-feira, o empresário disse que a contratação de Román dependia dos valores envolvidos, dando a entender que o Palmeiras não dispõe de recursos para trazê-lo.

“Preciso ver a condição financeira e a motivação do jogador para decidir se o Riquelme deve ou não vir”, reconheceu.

Nobre sabe que a decisão de barrar o acerto com Román é impopular, tendo em vista a carência de talentos do elenco atual. Nesta terça-feira, ele conversou demoradamente com o técnico Gilson Kleina, a fim de discutir nomes de possíveis reforços.

Segundo um correligionário de Nobre, o novo presidente tem a intenção de contratar de quatro a cinco jogadores, por considerar o grupo muito enxuto. Outros quatro atletas da Copa São Paulo, entre eles o meia Diego Souza e o zagueiro Luiz Gustavo, serão usados.

Foto: Arquivo pessoal
Tirone tirou foto com Riquelme na semana passada, em Buenos Aires




Compartilhe: