Diário de S. Paulo

13/01/2018 - 13:13

Três policiais ficam feridos em operação em morro no Rio

Três policiais ficaram feridos em operação na comunidade. Um deles está em estado grave. Um suspeito também foi levado para o Hospital Souza Aguiar.

Por: Agência G1

Foto: Reprodução/ Centro de Operações

Três policiais ficaram feridos em confrontos com criminosos em uma operação do Batalhão de Operações Especiais (Bope) na Mangueira na manhã deste sábado (13). Dois deles foram atingidos por estilhaços e um está em estado grave. Os agentes apreenderam uma pistola e um criminoso ficou ferido e foi levado para o Hospital Souza Aguiar, no Centro. A informação foi confirmada pela corporação.

A região também teve operações na terça (9) e na quarta-feira (10). Na terça, os policiais foram recebidos a tiros e, de acordo com o comando da UPP, não revidaram. Na ação, quatro pessoas foram detidas. Foram apreendidas 365 trouxinhas de maconha, três cadernos de anotações sobre o tráfico de drogas local, uma balança de precisão e um rádio comunicador.

Na quarta, agentes retiraram barricadas feitas por criminosos nas ruas da comunidade.

O Centro de Operações Rio pede que os motoristas evitem a região. A Rua Visconde de NIterói, que fica em frente a comunidade, está com bloqueios.

Casos de violência

Em entrevista exclusiva ao G1, o secretário de segurança pública falou sobre o problema da criminalidade no Rio de Janeiro e lembrou os quase 10 mil casos de roubo de cargas que aconteceram no estado em 2017.

"As investigações tem mostrado o envolvimento de funcionários de empresas dando dia, hora e local, facilitando o trabalho do crime sobremaneira", afirmou o secretário.

Na manhã de sexta-feira (12), o Globocop flagrou criminosos descarregando aparelhos eletrônicos de uma pick-up no Morro Camarista Meier, no Complexo do Lins, Zona Norte do Rio, além de um depósito a céu aberto de mercadorias roubadas. As imagens foram mostradas ao vivo no Bom Dia Rio, que já havia mostrado outras ocorrências anteriormente.

Um dia antes, na quinta-feira (11), a Polícia Civil havia realizado uma operação contra o crime focando no roubo de cargas no Rio e na Baixada Fluminense. Dez pessoas foram presas e um menor apreendido.

Também na sexta, uma reunião que contou com quatro ministros, o governador Luiz Fernando Pezão e autoridades das Forças Armadas para definir novas estratégias de combate à criminalidade. O acordo prevê que as Forças Armadas auxiliarão o patrulhamento em vias de acesso à Região Metropolitana e que o monitoramento da Baía de Guanabara será intensificado para combater a entrada de drogas e armas.


Compartilhe: