Diário de S. Paulo

29/12/2017 - 18:24

Taxista é morto afacadas em Perdizes

Homem foi encontrado dentro do carro que usava para trabalhar. De acordo com a polícia, ele foi atingido uma vez no rosto e outras quatro no pescoço

Foto: Reprodução

Um taxista foi morto na sexta-feira à noite dentro de seu próprio carro na Rua João Ramalho, em Perdizes, Zona Oeste da capital.

Segundo o boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada para atender a ocorrência, mas ao chegar no local a vítima já recebia atendimento de uma viatura.

Sandoval Romão da Silva, de 57 anos, ia ser levado ao hospital, mas morreu antes de chegar no pronto-socorro.

De acordo com a polícia, Silva foi encontrado dentro do seu carro, um Renault Logan branco, por um estudante de 22 anos.

O jovem passava pela via, quando viu o taxista dentro do veículo. Ele contou aos policiais que pensou que o homem havia passado mal e tentou prestar socorro.

Segundo o relato do estudante, Silva estava sentado no banco do motorista, mas com o corpo virado para o banco traseiro. Ao tentar prestar ajuda, o jovem viu que o taxista estava sangrando.

O homem teria sido atingido ao menos cinco vezes, uma no rosto e outras quatro no pescoço.

A SSP (Secretaria de Segurança Pública), sob gestão Geraldo Alckmin (PSDB), informou que a faca supostamente usada no crime foi encontrada no local.

A pasta porém não especificou se o objeto estava na rua ou dentro do veículo. Além disso, o carro do taxista foi apreendido pela polícia.

O DHPP (Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa) foi acionado e investigará o caso.

A ocorrência foi registrada no 91º DP (Ceagesp) como homicídio simples.

Ainda não se sabe a motivação do crime, mas, segundo familiares, ele teria sido assaltado momentos antes de ser assassinado.


Compartilhe: