Diário de S. Paulo

21/12/2017 - 18:05

Réveillon na Paulista terá Claudia Leitte, Latino e Sambô

Palco muda de lugar e será montado entre as ruas Bela Cintra e Haddock Lobo. Outra novidade será a interatividade

Foto: Divulgação

A festa de réveillon na Avenida Paulista vai mudar o palco de lugar e presença da cantora Claudia Leitte, do grupo Sambô e Latinos. As atrações começam às 20h do dia 31 de dezembro e terminam às 2h do dia 1º de janeiro.

O palco, que antes ficava próximo ao cruzamento das avenidas Paulista com a Brigadeiro Luis Antônio, ficará entre as ruas Bela Cintra e Haddock Lobo.

Apesar da mudança, a Prefeitura afirmou que será possível ouvir as apresentações ao longo de toda a avenida por meio de caixas de som.

A estrutura terá um cenário em linhas modernas, com painéis de LED de alta definição que reproduzirão conteúdos exclusivos e diferentes em todas as apresentações. Além disso, canhões de laser coloridos vão iluminar a avenida.

"Esta edição do Réveillon na Paulista quer estreitar ainda mais o relacionamento com o público. Quem estiver na avenida poderá enviar mensagens de paz e positividade no Facebook do evento: @revnapaulista, com a hashtag #revnapaulista2018. Estas declarações serão projetadas nos painéis do palco", informa a Prefeitura.

O show pirotécnico terá duração de cerca de 15 minutos.

ESTRUTURA GIGANTE/ Ao todo, 150 toneladas de ferro, aço e alumínio serão utilizadas no palco e nas estruturas ao longo da Paulista.

Haverá ainda 20 geradores para os 4 milhões de watts necessários para alimentar as torres espalhadas pela avenida, toda a estrutura do palco e os painéis de LED. /Com informações do G1

'Exército' de trabalhadores na montagem

Mais de três mil pessoas vão atuar na montagem e desmontagem das estruturas e na realização dos shows e, conforme a Prefeitura, haverá ainda centenas de agentes da PM (Polícia Militar), GCM (Guarda Civil Metropolitana), CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) e seguranças particulares. Os profissionais têm apoio de viaturas, motocicletas, bases comunitárias, além de câmeras instaladas em pontos estratégicos da avenida.

Além disso, 80 pontos de alimentação serão instalados. Cerca de 400 banheiros químicos e seis postos médicos equipados com UTI móvel, médicos e enfermeiros em pontos estratégicos serão disponibilizados. Pessoas com mobilidade reduzida serão alocadas próximo ao palco com acesso pela lateral da Rua Haddock Lobo.

O Réveillon na Paulista foi criado em 1996, com o objetivo de oferecer uma opção de entretenimento em um período de confraternização. A partir de 2001, a festa entrou para o calendário oficial da cidade. A primeira versão contou com a presença de 200 mil moradores e visitantes.


Compartilhe: