Diário de S. Paulo

16/12/2017 - 17:38

Polícia captura acusado de abusar e matar criança

Corpo de menina de 4 anos foi localizado embaixo da cama do suspeito, que é vizinho da família dela. Homem era procurado pela Justiça há três anos por outro crime e acabou detido em Carapicuíba, ontem

Por: Jeniffer Mendonça 
[email protected]

Foto:  Divulgação/Polícia Militar

Um homem de 41 anos foi preso ontem acusado de violentar e matar uma criança de 4 anos, em Santana de Parnaíba, na região metropolitana.

Segundo a Polícia Militar, ele foi localizado em um bar, na Rua Uruguaiana, por volta das 14h, em Carapicuíba, Grande São Paulo, e negou o crime.

"Com a grande repercussão do caso, principalmente pelas redes sociais, com pessoas divulgando informações, o que ajudou muito, tivemos uma denúncia de que ele estaria nesse local. Ele estava se refugiando numa casa ali perto, em que pagou aluguel de R$ 400", contou ao DIÁRIO o sargento Oliveira, do 20º Batalhão da Força Tática.

Valderi Larangeira da Costa também era foragido da Justiça, há três anos segundo a polícia, por uma condenação de roubo no Centro de Progressão Penitenciária de Pacaembu, que é de regime semiaberto. Ele foi encaminhado ao 1º DP de Carapicuíba.

Na tarde de sexta-feira, o corpo de Clara Lemos dos Santos, de 4 anos, foi encontrado com sinais de violência sexual e ferimentos de arma branca, ainda não identificada, embaixo da cama da residência onde ele mora com a esposa, na Rua Boa Vista, bairro de Fazendinha, em Santana de Parnaíba. Eles são vizinhos da família da menina.

Parentes haviam acionado a Polícia Militar após a criança ter desaparecido enquanto brincava na rua.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, após as buscas, a mãe dela desconfiou que a filha poderia estar escondida na casa do vizinho. Os agentes entraram na residência com a autorização da mulher dele e encontraram o corpo. Valderi não estava no local.

O caso foi registrado como homicídio e está sendo investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher de Santana de Parnaíba.


Compartilhe: