Diário de S. Paulo

14/12/2017 - 16:22

HU fecha pronto-socorro

Ala está recebendo apenas casos com 'risco de morte' ou encaminhados por postos de saúde da região. PS infantil paralisou atendimento em novembro

Por: Assinatura / cidade
@diariosp.com.br

O HU (Hospital Universitário) da USP (Universidade de São Paulo) fechou as portas do pronto-socorro adulto. No dia 21, o PS infantil também encerrou os serviços por tempo indeterminado.

No mês passado, o DIÁRIO já havia adiantado que o HU estudava a possibilidade de encerrar o serviço. Um documento enviado pela comissão de médicos apontava que caso não houvesse a contratação de profissionais de saúde outra ala do hospital sofreria com a crise financeira.

Na semana passada, os residentes de pediatria e enfermagem da USP aderiram ao movimento grevista como forma de pressionar a reitoria.

A universidade enfrenta uma de suas piores crise. O cenário caótico teve início em 2014 pelo menos, quando a reitoria adotou um plano de demissão voluntária com a justificativa de conter gastos.

Desde então, o quadro de funcionários tem ficado cada vez menor e os serviços à população, sucateados.

Agora, o PS adulto só atende casos com "risco de morte", conforme informa um aviso do hospital, ou aqueles que forem encaminhados por outros postos de saúde da região do Butantã, na Zona Oeste de São Paulo.

O DIÁRIO tenta contato com a USP e o HU desde o mês passado, quando ocorreu o fechamento do pronto-socorro infantil, porém, desde então, não teve qualquer resposta, ou posicionamento.


Compartilhe: