Diário de S. Paulo

13/12/2017 - 18:55

Jovem é morto a facadas no Morumbi

Paulo Henrique Tafarel, de 19 anos, pediu ajuda a uma viatura do Batalhão de Trânsito e disse que outro homem numa moto o havia atingido no peito

Por: Jeniffer Mendonça
[email protected]

Foto: /Reprodução/Facebook

Um jovem de 19 anos morreu após ser esfaqueado, por volta das 19h30 de terça-feira, na região do Morumbi, na Zona Oeste de São Paulo.

De acordo com o boletim de ocorrência, Paulo Henrique Tafarel Oliveira de Souza pilotava uma moto Honda CG 150 e se aproximou de uma viatura do Batalhão de Trânsito informando que um motoqueiro o havia atingido e pediu socorro na esquina das avenidas Carlos Caldeira Filho e Giovanni Gronchi. O rapaz apresentava perfurações no peito.

A Polícia Militar foi acionada pelos agentes do batalhão e a vítima acabou encaminhada ao Hospital Municipal do Campo Limpo, mas não resistiu aos ferimentos.

O caso foi registrado como homicídio simples consumado no 89º Distrito Policial (Portal do Morumbi), mas será investigado pelo 37º DP (Campo Limpo), que é responsável pela área.

Agora, será apurado o que aconteceu com Paulo. Imagens de câmeras de segurança nas proximidades serão analisadas pela polícia para identificar a autoria dos golpes.

Segundo o delegado Antonio Sucupira, titular do 89º DP, houve um chamado via COPOM (Centro de Operações da Polícia Militar) sobre briga de trânsito na Avenida Giovanni Gronchi, momentos antes, mas ainda não é possível afirmar se há relação com a morte do rapaz.

Procurada pela reportagem, a assessoria da Polícia Militar informou que não há registro sobre briga de trânsito no local antes da ocorrência da morte de Paulo.

No chamado ao COPOM para atender a vítima, é mencionada a possibilidade de roubo, mas não há informações se algum pertence do jovem foi levado.

O 37º DP apenas informou que está investigando o caso.

No boletim de ocorrência também não é informada a profissão do jovem. O DIÁRIO tentou contato com familiares e amigos de Paulo, mas não teve retorno até o fechamento desta edição. Segundo o portal R7, era o segundo dia de trabalho dele como entregador de lanches, que estava atuando como motoboy.

De acordo com postagens da mulher dele em uma rede social, eles eram casados, mantinham um relacionamento havia quatro anos e têm uma filha de dois.

O velório de Paulo aconteceu nesta quarta-feira e seu enterro acontece hoje no Cemitério São Luis, em Jardim São Luis, extremo Sul da capital.


Compartilhe: