Diário de S. Paulo

07/12/2017 - 09:22

Polícia Civil investiga explosão na sede da Dise em Fernandópolis

Suspeita é que faíscas de um curto-circuito tenham atingido pólvora e cartuchos que estavam armazenados na delegacia. Ninguém ficou ferido.

Por: Agência G1

Foto: Arquivo Pessoal

A Polícia Civil de Fernandópolis (SP) investiga o que teria provocado uma explosão na sede da Delegacia de Investigações Gerais Sobre Entorpecentes (Dise) da cidade, na noite desta quarta-feira (6).

Uma testemunha que passava pelo local disse que viu fumaça saindo do ar condicionado de uma das salas da delegacia e, em seguida, ouviu duas explosões - sendo a primeira mais fraca e uma mais forte logo depois, que acabou destruindo uma sala no piso superior da delegacia.

De acordo com o delegado seccional, Oreste Carósio Neto, as explosões teriam sido acidentais, já que a primeira hipótese aponta que faíscas de um curto-circuito teriam atingido pólvora e cartuchos que estavam armazenados na sala.

Ainda de acordo com o delegado, a pólvora e os cartuchos foram apreendidos durante ação da polícia há alguns meses e peritos irão até a delegacia apurar o caso. A Dise estava fechada no momento das explosões e, por isso, ninguém ficou ferido.


Compartilhe: