Diário de S. Paulo

06/12/2017 - 15:57

Palmeiras quer aumentar ganhos com patrocinador

Palmeiras briga para aumentar valor ganho com a Adidas, hoje em R$ 20 mi, e prorrogar o vínculo além de 2018. Busca é igualar o Flamengo: R$ 37 mi

Por: Arthur Stabile
[email protected]

Foto: /Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Ver três listras na camisa do Palmeiras poderá acontecer pela última vez em 2018. Isso porque o clube busca aumentar o valor pago pela Adidas para ser fornecedora do material esportivo do clube. Uma briga indefinida.

A intenção da diretoria alviverde é praticamente dobrar o valor que é recebido atualmente. Para manter o clube na sua lista de patrocinados, a empresa alemã teria de subir os R$ 20 milhões anuais para o mais próximo possível de R$ 37 milhões.

Qual a argumentação do Alviverde para tal cobrança? O fato de o Flamengo, outro clube com uniforme feito pelos alemães, receber praticamente o dobro do que o Palmeiras tem até hoje.

"A nossa pedida é sempre aumentar. Nós estamos negociando, vendo as possibilidades, mas a nossa ideia é continuar com a Adidas, e estamos em negociação. Exatamente isso, nada diferente disso. O que foi ventilado nesta semana não procede. Queremos continuar com eles e estamos negociando", sustentou o presidente Maurício Galiotte, citando a possível intenção da Adidas em, ao contrário, não renovar o vínculo.

Essa notícia foi publicada pelo jornal "O Globo" e Galiotte desmentiu. "O Palmeiras está negociando com a Adidas. Não temos uma posição final, ainda, mas estamos em negociação", sustentou.

Comparado com outros rivais, o Palmeiras também lucra menos (confira na tabela ao lado). Somente o Santos, com R$ 3 milhões líquidos, tem acordo menor com empresa de material esportivo.

O Atlético-MG recebia da Dry World os mesmos R$ 20 milhões que o Palmeiras. Porém, o Galo rompeu o acordo com a empresa americana por problemas na distribuição do uniforme. De quebra, teve de arcar com os salários de R$ 700 mil de Robinho, então pagos pela companhia.

Fim da linha?/ Palmeiras e Adidas mantêm parceria desde 2006. Nestes 12 anos, o clube conquistou um Paulistão, duas Copas do Brasil, um Brasileiro e uma Série B. Mas ter parceria longa não significa apego para a Adidas.

Recentemente, a empresa desfez dois dos seus principais contratos: com o Milan, que perdurava por 20 anos, e com o Olympique de Marselha, primeiro clube a ter o material patrocinado, acordo que começou há 43 anos.

Fora do país, a empresa paga R$ 280 milhões anuais ao inglês Manchester United.


Compartilhe: