Diário de S. Paulo

26/12/2017 - 20:13

Entre altos e baixos

'Roda Gigante', novo filme escrito e dirigido por Woody Allen, é um belo recorte das relações de amor que, com quase toda certeza, boa parte das pessoas ainda vão experimentar na vida

Por: Giovanni Oliveira
[email protected]

Uma roda gigante. Que cenário melhor para contar uma história de amor senão uma roda gigante? Mas na barulhenta e colorida Coney Island dos anos 1950, as coisas são um pouco diferentes.

Dirigido e roteirizado por Woody Allen, "Roda Gigante" é um belo recorte das relações de amor que, com quase toda a certeza, boa parte das pessoas ainda vão experimentar na vida. O drama começa quando Carolina (Juno Temple) chega fugida de seu marido na casa de Humpty (James Belushi), seu pai, com quem a moça não tem um bom relacionamento. Ele é casado com Ginny (Kate Winslet), uma mulher prestes a completar 40 anos que esconde um affair com o salva-vidas Mickey (Justin Timberlake).

A chegada inesperada de Carolina traz à tona sentimentos e remorsos outrora invisíveis. Ginny, que também é mãe, enfrenta uma crise de meia-idade, e quando percebe que Carolina pode roubar Mickey (e toda a juventude que ele lhe faz sentir) de suas mãos, ela se desespera.

Graças a atuação impecável de Kate Winslet, digna de destaque na temporada de premiações, o longa arrebata a atenção do espectador, que se vê amarrado à trama junto da protagonista. É Kate, aliás, que rouba para si toda a atenção do público.

Entre seus ciclos de altos e baixos, a roda gigante presente no título e no cenário do filme também serve como uma analogia à vida: uma hora você se sente no topo do mundo e, em seguida, é como se estivesse no fundo do poço.

Com uma direção de arte impecável, que consegue transmitir os sentimentos dos personagens por meio do bom uso das cores, o filme tem uma narrativa que remete ao teatro, acentuada pela bela fotografia. O resultado é uma obra que valoriza seus atores e sua história, à primeira vista comum, mas que aos poucos se revela apaixonante.


Compartilhe: