Diário de S. Paulo

20/12/2017 - 12:54

'As Aventuras de Tadeo 2' faz adultos e crianças rirem

Em 'As Aventuras de Tadeo 2: O Segredo do Rei Midas', o aspirante a arqueólogo deve ir atrás de um segredo milenar

Por: Giovanni Oliveira
[email protected]

Foto: /Reprodução

De todos os gêneros que o cinema dispõe para contar uma história, não há dúvidas de que a animação é a que garante mais liberdade criativa. Seja 2D ou 3D, com desenhos, é possível contar uma simples história de amor, uma grande aventura ou até mesmo dar vida a uma múmia inca de mais de 500 anos! E, às vezes, todas essas possibilidades se juntam em um único filme.

Diferentemente de seu irmão mais velho, que chegou aos cinemas em 2013, "As Aventuras de Tadeo 2: O Segredo do Rei Midas" entretém e consegue fazer rir tanto crianças quanto adultos.

A animação acompanha Tadeo Stones, um pedreiro que sonha em ser um grande arqueólogo, em sua busca atrás do colar do Rei Midas, que dá ao seu portador o incrível poder de transformar tudo o que se toca em ouro.

Tal artefato foi descoberto pela famosa arqueóloga Sara Lavrof, amiga e paixão secreta de Tadeo. Porém, a segurança da peça está em risco quando um impiedoso vilão resolve usar o poder do objeto para dominar o mundo. Agora, Tadeo, seu cachorro, Jeff, uma múmia inca e outros personagens devem correr contra o tempo para impedir que o colar caia em mãos erradas.

De origem espanhola, a animação apresenta uma melhora na técnica visual dos personagens e dos cenários, equiparável a grandes estúdios de Hollywood. Falhas no roteiro, na continuidade e no ritmo da trama, vistas no primeiro longa, foram corrigidas, deixando clara a evolução do diretor Enrique Gato (também responsável pela primeira aventura de Tadeo nas telonas, há quatro anos).

O timing das piadas foi outro ponto otimizado. Há uma ou outra que não funcionam, mas, num geral, é bem divertido. E parte dessa conquista se deve à Múmia! Esta personagem irreverente e curiosa possui um carisma que se conecta quase instantaneamente com a plateia, diferentemente do protagonista, que não consegue estabelecer um vínculo senão apelando para um humor bobo e infantil (o que funciona apenas com os pequenos espectadores).

Mesmo com um roteiro clichê, o filme apresenta cenas de ação empolgantes, além de proporcionar uma viagem por diferentes países europeus à la Ron Howard. Longe de ser memorável e tampouco a melhor animação do ano, "As Aventuras de Tadeo 2: O Segredo do Rei Midas" é uma boa escolha para passar um tempo com a criançada nesta época de férias escolares.

Confira o trailer: 


Compartilhe: