Diário de S. Paulo

27/12/2017 - 16:14

O maior sedã da Volkswagen no país

Jetta 2018 terá nova plataforma, com dimensões que o colocarão acima do Virtus e Voyage. Modelo deve receber reforço no conforto, tecnologia e eletrônica

Foto: Divulgação

A Volkswagen divulgou a cara nova do Jetta 2018. Com apresentação marcada para o Salão de Detroit (EUA), que deve acontecer em janeiro, o modelo foi completamente reestilizado e será maior para distanciá-lo do VW Virtus.

O veículo terá novo conjunto ótico e grade hexagonal com frisos metálicos. Os vincos na lateral acompanham a identidade visual do novo Polo e Tiguan. Além da cara nova, deve receber um reforço em equipamentos de conforto, tecnologia e eletrônica embarcada.

Para atingir novas medidas e colocação em um patamar diferente do VW Virtus, o Jetta 2018 terá uma plataforma MQB (como as presentes no Polo e Golf). A expectativa é que seu entre-eixos passe dos 2,70 m (o atual tem 2,65 m). Também pesa positivamente na troca da plataforma o aumento de segurança, uma vez que a MQB A1 é mais rígida e refinada que a atual.

Outra novidade importante na geração 2018 será a mudança da transmissão automática atual, DSG de seis marchas Tiptronic, para uma com oito marchas, fabricada pela Aisin. E o esperado computador de bordo 100% digital, que já equipa o Polo por aqui.

É provável que o novo Jetta seja oferecido no Brasil com motores 2.0 TSI de 211 cavalos e 1.4 TSI de 150 cv, já oferecidos na versão atual. Com a chegada da nova geração, a expectativa é que brigue de igual para igual com o Toyota Corolla (R$ 90.990) e com o Honda Civic (R$ 87,9 mil). No Brasil, o modelo só deve chegar no segundo semestre de 2018 ou início de 2019. Preços e versões ainda não foram revelados. /O Dia 


Compartilhe: