Diário de S. Paulo

14/11/2017 - 15:19

Após derrota, Nadal desiste do ATP Finals

Tenista espanhol diz que lesão no joelho ainda incomoda demais. Ele será substituído pelo compatriota Pablo Carreno Busta no restante do torneio em Londres

Por: Guilherme Gomes

Foto: Twitter/ATP World Tour

Ainda não será desta vez que Rafael Nadal irá conseguir o inédito título no ATP Finals, que reúne em Londres os oito melhores jogadores da temporada. Dono de dois vice-campeonatos, o tenista espanhol anunciou sua desistência do torneio logo após a derrota para o belga David Goffin, por 7-6(5), 6-7(4), 6-4 na primeira rodada do sistema round robin (todos contra todos em cada grupo de quatro tenistas).

Mais: Bruno Soares e Jamie Murray perdem na estreia no ATP Finals

“Eu tinha o compromisso com o evento, com a cidade e comigo mesmo. Tentei de tudo, com todas as forças. Fiz o que era preciso fazer para tentar estar pronto. Mas realmente não estou apto para jogar. Lutei bastante na partida, mas sabendo que provavelmente seria meu último jogo na temporada”, disse Nadal, que já havia abandonado o Masters 1000 de Paris, há duas semanas, devido a uma lesão no joelho.

“O problema é a dor. Não consigo ter a energia necessária para seguir jogando. Tentei, e foi realmente um milagre perder por um placar tão apertado”, emendou o espanhol, que será substituído pelo compatriota Pablo Carreno Busta, o primeiro reserva do ATP Finals.

Dessa forma, Busta se juntará a Goffin, Grigor Dimitrov e Dominic Thiem no grupo Pete Sampras e irá enfrentar nesta quarta-feira o austríaco Thiem, derrotado na estreia por Dimitrov por 2 sets a 1.

Apesar da lesão, Nadal finaliza o ano com muitos motivos para comemorar. Conquistou seis títulos em 2017, incluindo dois Grand Slam e dois Masters 1000, que o fizeram terminar o ano como número 1 pela quarta vez na carreira (2008, 2010 e 2013), tomando o lugar que era de Andy Murray em 2016. Aos 31 anos, o espanhol é o mais velho jogador a obter tal feito.


Compartilhe: