Diário de S. Paulo

14/11/2017 - 18:51

Honda traz novas versões da PCX

Scooter, a mais vendida no Brasil no ano passado, apresentou opções híbridas e elétricas em Tóquio. Ainda não há previsão de chegada no país

Foto: Divulgação

A Honda PCX foi a scooter mais vendida do Brasil ano passado, com 22.539 unidades emplacadas. Bem aceita, agora ela amplia seus horizontes e está com duas novas versões: híbrida e elétrica. As novidades, apresentadas pela marca no Salão de Tóquio, devem começar a ser vendidas em 2018. Inicialmente, será comercializada no Japão e nos mercados asiáticos. Ainda não há previsão para a chegada no país.

Zero emissões, a PCX Electric está equipada com um motor de alta potência e recurso para destacar sua bateria, batizado pela fabricante de "Honda Mobile Power Pack".

Mas para ser amiga do planeta, o espaço sob o banco foi quase que totalmente preenchido, justamente com as baterias.

A versão híbrida, mais próxima da realidade brasileira, tem como constituição uma bateria de alta potência e um alternador para apoiar o motor a combustão. Trata-se de algo inédito para o segmento de motocicletas. A Honda, por ora, ainda não deu maiores detalhes sobre o uso do novo sistema.

Olhando sua aparência, a híbrida exibe um novo conjunto ótico, novo painel e, visto nas fotos, há a chave presencial que já é utilizada aqui na família SH, 150 e 300.

NO BRASIL/ Por aqui, a scooter há pouco tempo atingiu a linha 2018. As principais novidades são novas opções de cores, um azul escuro perolizado para a 150 e um prata fosco para a STD.

Os preços não se alteraram: R$ 10,3 mil a STD e R$ 10,8 mil a DLX. Produzida em Manaus, a PCX possui três anos de garantia e sete trocas de óleo grátis. Veja as especificações em https://goo.gl/eACcke. /O DIA


Compartilhe: