Diário de S. Paulo

11/09/2017 - 16:22

'A Fazenda - Nova Chance' estreia com novidades

Programa terá 16 ex-participantes de realities. No comando, Roberto Justus vai ter de rebolar para manter a paz na emissora do bispo

Por: Bárnara Saryne
[email protected]

Foto: Edu Moraes/Record

A nona temporada do reality "A Fazenda" estreia nesta terça-feira (12), logo após o "Jornal da Record", às 22h30, e promete ser uma das edições mais polêmicas do programa. Embora a lista com o elenco ainda não tenha sido divulgada pela emissora, os nomes especulados pelo colunista Leo Dias - incluindo Marcos, cirurgião expulso do "BBB 17" após agredir a vencedora Emilly, só trazem uma certeza: vai ter muito barraco!

Com apresentação de Roberto Justus e direção de Rodrigo Carelli, o formato vai confinar 16 ex-participantes de realities shows em uma nova sede, construída totalmente do zero, em Itapecerica da Serra. Com uma dimensão menor que a anterior, que fica em Itu, a nova casa vai contar com mais câmeras, um campo de provas modernizado e algumas regras novas.

"Não temos mais a necessidade de reforçar que 'A Fazenda' está no meio rural", justifica o diretor. "Da própria casa, os participantes conseguirão ver os bichos", completa ele, ao adiantar que o reality não contará com a mesma variedade de animais. "Teremos ovelha, vaca, cabra, galinha, porco e escargot. Os outros animais, como o cavalo, vão aparecer em atividades extras", esclarece.

Sem celeiro, mas com outro tipo de "perrengue" a ser revelado ao longo da edição, o reality vai decidir o primeiro fazendeiro por meio de uma dinâmica. A "prova da chave", que antes garantia a imunidade do vencedor, continuará existindo, mas vai oferecer outros poderes ao campeão do teste.

"A mudança que mais gostei nesta edição foi em relação às provas. Elas serão mais complexas e testarão os participantes de várias maneiras. Incorporamos a pegada das provas do 'Power Couple', que eram muito elogiadas", conta o apresentador.

TIME FORTE/ A ideia de reunir ex-participantes dos realities "O Aprendiz Celebridades", "Masterchef", "Big Brother Brasil", "Power Couple", "A Casa" e da própria "A Fazenda" surgiu, de acordo com o diretor Rodrigo Calleri, quando a Record deu o aval para a produção seguir com a nona edição do reality criado em 2001. No início, a intenção não foi a de selecionar apenas "personagens" polêmicos, mas participantes que mostraram personalidade forte no primeiro confinamento.

"Todo mundo já acompanhou esses caras em algum atrito e as pessoas ficam curiosas para saber como eles vão reagir agora", avalia Justus, preparado para a empreitada. "Os participantes me respeitam muito, eu sou muito correto, perfeccionista. E eu dou uma segurada neles. Tem briga que eu fico curioso para deixar rolar, mas falam no meu ouvido que devo cortar (risos)."

De acordo com a emissora, que não revelou valores, todos os participantes receberão o mesmo cachê, que não chega a R$ 100 mil. O vencedor levará R$ 1,5 milhão e, ao longo da temporada, R$ 500 mil em prêmios serão disputados. "É a primeira vez que peguei a lista de participantes e percebi que já conheço todos. Gosto de reality com gente conhecida porque essas pessoas têm ego e no jogo isso é quebrado", diz Justus.


Compartilhe: