Diário de S. Paulo

12/09/2017 - 18:29

Polícia libera motorista 

Rapaz acusado de atropelar e matar 4 pessoas foi detido na segunda, na capital. Ele prestou depoimento e não ficou atrás das grades por não ter sido flagrante

Por: Assinatura / cidade
@diariosp.com.br

O motorista que atropelou e matou quatro pessoas em São José dos Campos, no Vale do Paraíba, foi liberado ontem após ter sido preso na capital paulista.

Matheus Jesus Sousa, 19 anos, foi encaminhado à DIG (Delegacia de Investigações Gerais) e, segundo o delegado Darci Ribeiro, não houve flagrante para ele ter sido mantido preso e que não era o caso de pedir prisão temporária no momento. O inquérito foi aberto por suspeita de homicídio doloso (com intenção de matar).

De acordo com a defesa do estudante de engenharia, o rapaz não estava na cidade "por questão de segurança" e que "já tinha sido ajustado com a DIG" a apresentação dele. "A prisão em São Paulo foi injustificada, pois não havia mandado de prisão", declarou o advogado Evair Souza.

O advogado ressaltou que o jovem não viu as vítimas por causa de uma neblina, não tinha ingerido bebida alcoólica e não prestou socorro porque uma multidão teria ido atrás dele e ele ficou com medo.

Matheus foi preso por policiais da Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar), na segunda-feira, após denúncia anônima. Ele foi encontrado numa casa de parentes em Heliópolis, na Zona Sul.

Na última sexta-feira, amigos das vítimas depredaram a caminhonete vermelha do rapaz. O advogado também denuncia que ele tem sido alvo de manifestações de ódio.  


Compartilhe: