Diário de S. Paulo

06/09/2017 - 18:25

Ato obsceno no Centro 

Acusado foi preso por ter se masturbado na frente de uma criança de 7 anos

 Um homem foi preso ontem, em flagrante, por ter se masturbado em frente a uma mulher que estava com o filho de 7 anos, próximo à Ponte das Bandeiras, na Zona Norte.

De acordo com o delegado Mario Palumbo, "policiais do Garra (Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos) passavam próximo ao local e foram acionados".

O suspeito tentou fugir ao embarcar em um ônibus, mas acabou detido e encaminhado à 4ª Delegacia de Polícia de Repressão à Pedofilia, que está subordinada ao DHPP (Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa), que registrou o caso.

Felippe Magarian Messias, de 34 anos, foi indiciado por praticar ato obsceno em lugar público e praticar ato libidinoso na presença de alguém menor de 14 anos.

O primeiro crime tem como pena a detenção de três meses a um ano ou multa. Já o segundo, a reclusão varia de dois a quatro anos.


Compartilhe: