Diário de S. Paulo

15/06/2017 - 16:54

Sequência negativa do Verdão não abala Cuca

Para o técnico do Verdão, 15º colocado no Brasileirão, a equipe está evoluindo e, quando entrar nos trilhos, vai ser difícil sair deles...

Por: Samuel Alves Rodrigues
[email protected]

Foto: /Cesar Greco/Ag. Palmeiras/10-5-2017

Entre os favoritos para faturar o título brasileiro da temporada deste ano, o Palmeiras não tem colocado em prática todo o seu potencial e vem de uma sequência ruim de quatro derrotas, um empate e apenas uma vitória. Apesar disso, os resultados recentes não estão assustando Cuca. Pelo contrário. Mesmo longe do futebol ideal, o técnico alviverde enxerga uma evolução da equipe nas últimas rodadas e acredita no Verdão como "pedra no sapato dos rivais" em breve.

"Temos de colocar o trem no trilho e, depois, embalar. Depois de embalar, fica difícil sair do trilho. Acho que estamos conseguindo devagarzinho. Vai ter momentos de paradas em algumas estações e temos de saber lidar com isso", disse, após a derrota por 1 a 0 diante do Santos.

Apesar do otimismo em relação ao futuro, Cuca não prometeu a conquista do torneio nacional - em 2016, após ser eliminado do Paulistão para o Santos, o técnico afirmou que o Palmeiras venceria o Brasileirão. Desta vez, o supersticioso treinador "só" garantiu muito trabalho.

"Temos de preparar ao máximo e melhor a equipe para Libertadores, Brasileiro e Copa do Brasil. Se estivermos bem com o elenco que temos, fazendo ajustes que temos de fazer, recuperando jogadores que temos de recuperar, temos chances iguais aos outros."

AINDA DÁ/ Se o treinador fez questão de manter o Verdão vivo na briga pelas competições que disputa, Edu Dracena seguiu a mesma linha. Nesta quinta-feira (15), em entrevista na Academia de Futebol, o zagueiro afirmou que o time não vai desistir do título do torneio nacional.

"Eu acredito. Temos inúmeras histórias de superação. É continuar acreditando no trabalho, nas pessoas que comandam. O campeonato já mostrou que tudo pode acontecer. Se o Palmeiras conseguir quatro ou cinco vitórias seguidas, vai brigar de igual para igual", disse ele.


Compartilhe:

MAIS HITS DA WEB

Mais matérias