Diário de S. Paulo

14/06/2017 - 17:41

Larissa Manoela vive jovem nerd em 'Meus 15 anos'

Ao ganhar uma festa de aniversário, Bia tem toda a sua vida mudada. Confira o trailer

Por: Bárbara Saryne
[email protected]

Foto: /

Bia (Larissa Manoela) perdeu a mãe na infância. É uma menina triste, simples, estudiosa e extremamente tímida. Com poucos amigos no colégio, ela sofre por não se enturmar com os alunos populares, e vive o dilema de tentar esconder que nunca beijou na boca.

Leia mais:

Remake de 'A Múmia' inicia universo de monstros clássicos

Amiga de Bruno (Daniel Botelho), um garoto tão nerd quanto ela, a jovem encontra na música o refúgio para seus conflitos. Os dois melhores amigos até pensam em montar uma dupla, mas a vergonha os impede de gravar um número para publicar nas redes sociais e dar início aos trabalhos.

Além de todos os conflitos que envolvem a adolescência, a vida de Bia fica ainda mais complicada por conta de seu pai, Edu (Rafael Infante), que trabalha na praça de alimentação de um shopping, veste roupas bizarras e, ainda por cima, resolve participar de um concurso para que a filha ganhe uma festa de 15 anos.

Bia afirma com todas as letras que não quer ter uma festa. Ela morre de medo de o evento ser um fracasso, afinal, não tem amigos. Mas o destino, que insiste em pregar peças, faz da jovem a vencedora do concurso, que não é pra qualquer um: a festa, com tudo pago, conta até com um show da cantora Anitta.

Quando a notícia vem à tona, Bia se vê em um beco sem saída. Obrigada a fazer a festa de aniversário, ela precisa escolher um vestido,um príncipe, aprender a andar de salto e fazer uma lista recheada de convidados.

Para quem era excluída e sofria bullying no colégio, a vida dá uma virada. Em pouco tempo, a mocinha nerd começa a ser paparicada por todos os populares. Tudo em troca de convites para curtir a festa luxuosa.

Empolgada com os novos amigos, Bia começa a se afastar de si mesma e nem imagina que alguns contratempos podem fazer com que ela perceba que a vida é melhor quando a gente assume o que é e está do lado de quem a gente ama.

Confira o trailer:

'Larissa se preparou bem e entregou uma atuação linda' não precisa de um príncipe'

Em conversa com o DIÁRIO, Caroline Fioratti, responsável pela direção do longa, falou sobre "Meus 15 Anos", elogiou o trabalho de Larissa Manoela e até revelou como foi sua comemoração de debutante.

DIÁRIO_ Como foi trabalhar com a Larissa Manoela?

Caroline_ Foi ótimo! A Lari é muito profissional. A Bia é muito diferente de tudo que ela já viveu e de tudo o que ela é. Mas a Larissa se preparou muito bem e entregou uma atuação linda.

Qual é o principal objetivo do filme?

A gente fez uma pesquisa muito grande sobre os conflitos da adolescência. Essa dificuldade em relação aos grupos e ao olhar das pessoas. A gente quis mostrar o olhar da garota que precisa se assumir. A ideia também foi desconstruir a festa de 15 anos, mostrar que a festa é da garota e que ela não precisa de um príncipe.

Você também teve uma festa de 15 anos?

Na época, eu decidi que queria fazer uma viagem, um intercâmbio para os EUA. Sou privilegiada por ter tido essa oportunidade. Meu pai me deu esse presente. Eu era nerd igual a Bia e amadureci na viagem, assim como ela na festa.


Compartilhe: