Diário de S. Paulo

18/05/2017 - 15:36

Laudo aponta que Chris Cornell cometeu suicídio

Músico, vocalista do Soundgarden e Audioslave, foi encontrado morto em um hotel nesta quinta-feira (18)

Por: Diário SP
Com informações da Reuters

Foto: Divulgação

O músico norte-americano Chris Cornell, que conquistou fama como vocalista do Soundgarden e mais tarde do Audioslave, morreu nesta quinta-feira (18), em Detroit, aos 52 anos, informou seu representante.

O cantor foi encontrado morto em um hotel da cidade, que fica no estado de Michigan. De acordo com informações da Associated Press, o laudo médico aponta que a causa da morte foi suicídio por enforcamento.

"Sua esposa Vicky e sua família ficaram chocados ao saber de seu falecimento súbito e inesperado", disse Bumbery. "Eles gostariam de agradecer aos fãs por seu carinho e sua lealdade constante e pedem que sua privacidade seja respeitada neste momento".

Nascido em Seattle, Cornell foi vocalista do Soundgarden, uma das principais bandas do movimento grunge nos anos 1980 e 90. Em 1991, a banda lançou o álbum "Badmotorfinger", que vendeu um milhão de cópias.

Três anos depois, o Soundgarden lançou "Superunknown", um sucesso comercial que rendeu dois Grammys ao grupo depois de chegar ao topo das paradas.

As "paisagens sonoras selvagens (da banda) combinavam uma atitude punk visceral com profundidade artística", disse a biografia do artista em seu site.

Em 2001, Cornell se uniu a membros do Rage Against The Machine e formou o Audioslave, aclamado por seu disco homônimo, que vendeu três milhões de cópias.

Cornell também teve uma longa carreira solo como cantor, compositor, guitarrista e letrista e trabalhou com vários outros músicos ao longo de três décadas na indústria musical.

A Fundação Chris and Vicky Cornell arrecada fundos e faz parcerias com organizações para ajudar crianças que enfrentam pobreza, abusos e a falta de um lar.

Relembre músicas do Audioslave e Soundgarden:


Compartilhe: