Diário de S. Paulo

17/05/2017 - 18:15

Prestes a sair, Bruno Paulo pouco atuou pelo Timão

Atacante está há um ano no Corinthians, mas jogou apenas 45 minutos, até aqui

Por: João Pontes
[email protected]

Foto: () © Jr., Daniel Augusto

Contratado em maio do ano passado, o atacante Bruno Paulo ainda não conseguiu mostrar serviço com a camisa do Corinthians. Destaque do Audax no Campeonato Paulista de 2016, ele disputou apenas uma partida pelo clube do Parque São Jorge.

Esquecido pela torcida, Bruno Paulo sofreu muitos problemas no Timão e passou tempo demais no departamento médico. Antes mesmo de ser apresentado, o jogador teve constatada contusão ligamentar no pé esquerdo.

Apesar do problema descoberto durantes os exames médicos, o Corinthians resolveu apostar no jogador e ofereceu contrato de três temporadas - até junho de 2019.

Após se recuperar da lesão no pé esquerdo, Bruno Paulo começou a treinar em agosto e chegou a ser relacionado para algumas partidas do clube no Campeonato Brasileiro. Um mês depois, porém, ele voltou a sentir dores, desta vez por conta de uma lombalgia.

Inicialmente, o departamento médico tentou tratar a lesão sem a realização de uma cirurgia. No entanto, como não apresentou melhoras no tratamento, o atacante foi operado e terminou a temporada sem ser utilizado pela equipe do Parque São Jorge.

No início deste ano, oito meses após ser contratado, Bruno Paulo, enfim, ganhou uma oportunidade. O técnico Fábio Carille aproveitou o amistoso contra a Ferroviária para testar o elenco e utilizou mais de 20 jogadores, entre eles o atacante.

Escalado no segundo tempo, o camisa 36 fez uma apresentação regular. Não foi o suficiente para convencer a comissão técnica a inscrevê-lo no Campeonato Paulista. Ele foi excluído da lista alvinegra. O Timão foi campeão.

Ainda fora dos planos de Fábio Carille, Bruno Paulo está liberado para procurar outro clube. O Santa Cruz já mostrou interesse em contratá-lo por empréstimo - não foi revelado até quando.

"Estamos precisando de jogadores experientes. E, quando o Corinthians fala que o jogador está à disposição, outros times entram em contato", disse Constantino Júnior, vice-presidente do Santinha.


Compartilhe: