Diário de S. Paulo

20/04/2017 - 17:45

'Rá-Tim-Bum - O Castelo' mostra cenários marcantes

Exposição está no Memorial da América Latina, em São Paulo

Foto: asdsadsad/Fotos de divulgação

Mônica Araújo

[email protected]

Quem um dia sonhou em conhecer o enigmático quarto da Morgana, a instigante e colorida biblioteca do Gato e o criativo quarto do Nino - só pelo simples prazer de entrar pela porta giratória -, pode preparar o coração para a novidade que o Memorial da America Latina, junto à fundação Padre Anchieta, organizou para os fãs da série "Castelo Rá-Tim-Bum", sucesso da TV Cultura nos anos 1990.

Diferentemente da primeira exposição, que aconteceu no MIS e mostrou objetos e partes do cenário, esta apresenta, pela primeira vez, a instalação em tamanho real do castelo, que ocupa 700 m² do Pavilhão.

"Tivemos cuidado em fazer, pesquisamos a maquete original para que pudéssemos reproduzir o mais próximo do real possível", explica Marcelo Jackow, da Caselúdico (empresa cenográfica).

Mais de 150 profissionais fizeram parte da construção desde a fachada até os cômodos dos moradores do castelo. Eles também reproduziram o cenário dos personagens de outros quadros. "Nos preocupamos em colocar ao menos três tecnologias diferentes em cada ambiente para não fazer uma exposição estática", conta Marcelo. O cenógrafo queria dar mais vida aos personagens, que interagem com o público na entrada de alguns cômodos. "O objetivo é que os visitantes sintam com clareza o seu momento de reencontro e que o castelo esteja vivo, mesmo depois de 23 anos", explica ele.

A surpresa acontece logo na porta, com a réplica do porteiro. Mas a recepção fica por conta do holograma da Penélope, que recebe os visitantes atualizando-os do que aconteceu com cada personagem do castelo. É possível interagir em todos os cantos da instalação. "Acreditamos que o nosso público é muito inteligente, então colocamos detalhes escondidos na cenografia, como um jeito diferente de dialogar com o espaço", conclui Marcelo.


Compartilhe: