Diário de S. Paulo

19/04/2017 - 15:16

Timão empata e cai nos pênaltis para o Inter

Corinthians abusa de perder gols e é eliminado em casa mais uma vez

Foto: Ricardo Duarte/Internacional

João Pontes

[email protected]

O fantasma dos pênaltis continua assombrando o Corinthians em Itaquera. Após ser eliminado por Palmeiras, em 2015, e Audax, em 2016, ambas na semifinal do Campeonato Paulista, o Timão ficou pelo caminho na Copa do Brasil. Ontem, no jogo de volta da quarta fase, o Internacional arrancou um empate por 1 a 1 no tempo normal e ganhou nos pênaltis.

Maycon, Marquinhos Gabriel e Guilherme Arana falharam no momento decisivo e foram os vilões da eliminação alvinegra - o lateral-esquerdo errou a última cobrança na série alternada.

Fora da Copa do Brasil, o Timão volta as atenções para o Paulistão. No próximo domingo, também em Itaquera, o time comandado por Fábio Carille encara o São Paulo no jogo de volta da semifinal.

Apoiado pelos mais de 32 mil torcedores que marcaram presença no estádio, o Corinthians começou o jogo buscando o ataque e abriu o placar. Fagner levantou a bola na área em cobrança de lateral, Jô desviou e Maycon aproveitou o vacilo da defesa para chutar no canto.

Enquanto o Bando de Loucos ainda celebrava o gol do meio-campista, Jô recebeu assistência de Rodriguinho, invadiu a área e chutou para fora, tirando tinta da trave.

Na sequência, o árbitro interrompeu o jogo durante quatro minutos após a torcida do time mandante ascender alguns sinalizadores no Setor Norte da arena. Quando a bola voltou a rolar, o Corinthians ficou mais fechado na defesa e deixou o adversário jogar.

Apesar do domínio na posse de bola, o Internacional não conseguiu ameaçar a meta defendida por Cássio e quase sofreu o segundo gol nos acréscimos da primeira etapa. Romero foi acionado dentro da área e Marcelo Lomba fez uma boa defesa na finalização do atacante paraguaio.

Assim como aconteceu no primeiro tempo, a partida voltou a ficar interrompida durante alguns minutos por causa dos sinalizadores acendidos pela torcida do Corinthians na arquibancada.

Confiando no sistema defensivo, o time da casa praticamente abdicou de buscar o ataque e deixou o Inter tomar conta do jogo. Para piorar, o clube de Porto Alegre deixou tudo igual. Nico Lopes chutou cruzado, Fagner tentou cortar a bola e fez contra.

Depois do gol, o Corinthians acordou e criou duas ótimas chances para fazer o gol. Na primeira, Clayton recebeu livre na pequena área e chutou para fora. Em seguida, Jô perdeu na cara do goleiro. Adeus.


Compartilhe: