Diário de S. Paulo

19/04/2017 - 16:00

Substituição irrita Oliveira, que se explica no fim

Foto: Ivan Storti/Santos

Substituído aos 24 minutos do segundo tempo, o centroavante Ricardo Oliveira chutou um copo d'água no banco de reservas, sem se preocupar em esconder a insatisfação. Capitão da equipe, ele se justificou logo após o apito final em Bogotá, na Colômbia.

O jogo: Fora de casa, Santos não sai do 0 a 0 com Santa Fe

"Isso acontece quando a gente sente aquela ânsia de ficar em campo e ajudar: sente que estava bem e poderia ficar. Não tem desrespeito nem com o técnico (Dorival Júnior) e tampouco com meu companheiro que entrou (Copete). Eu apenas queria seguir jogando. Faz parte do jogo, tudo normal", disse o camisa 9.

Mesmo bastante chateado por ter sido colocado entre os suplentes por Dorival, Oliveira valorizou o ponto conquistado fora de casa e que assegurou ao Peixe a manutenção da liderança isolada do Grupo 2 da Libertadores.

"Temos de valorizar demais esse ponto importante conquistado fora de casa. Além disso, é preciso destacar também a nossa entrega dentro de campo. Isso vale demais", finalizou o capitão.


Compartilhe: